Não é fácil essa vida de artista!

Sádabo de sol, até parece o início de uma música que já fez sucesso, na passada em direção à UFSM para um passeio vespertino, encontramos uma mina de ouro, ou melhor, de entulho.

Vou contextualizar um pouco:

Com a função da reforma do Sobrado Centro Cultural estamos em busca de doações de material de construção. Qualquer coisa é muito bem-vinda. Na quina-feira, dia 05/01, fomos até a agência do Banco do Brasil da Niederauer e percebemos que eles estavam trocando todo o piso. Sem demora, perguntamos qual seria o destino do material que estava sendo retirado. Nos informaram que estavam indo para o lixo, prontamente pedimos para levá-los. Até ganhamos, mas teríamos pegá-los do entulho, pois os pedreiros não poderiam guardar para nós.

Voltando ao sábado de sol, na ida para o passeio, passamos para olhar se o piso ainda estava lá. Uma carga já tinha sido removida, outra ficaria ali até as cinco e meia.

Fazer o quê? Não é fácil essa Vida de Artista! Trocamos a leitura de um livro na sombra de alguma árvore no campus por carregar o piso. No trabalho braçal eu, Neli e Jonathan.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma resposta em “Não é fácil essa vida de artista!

  1. ….poxa , realmente um trabalho braçal ,literalmente. dos que abraçam a causa e botam a mão na massa e não nas paginas de um bom livro a sombra.pois essa é a vida de um artista.
    mas tenha a certeza de que essa história daria um bom livro.
    abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s